Ultimas Notícias Ultimas Notícias

Voltar

Escritório Social chega ao município de Caruaru

Logomarca em azul com o texto "Escritório Social Concretizando Direitos" na cor branca

Será inaugurado na próxima quinta-feira (17/6), o Escritório Social de Caruaru, no Agreste. A iniciativa, que apoia pessoas egressas do sistema prisional e seus familiares, está sendo implantada pela primeira vez no estado por meio de Termo de Cooperação Técnica firmado entre o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), a Prefeitura de Municipal de Caruaru e o Centro Universitário Tabosa de Almeida (Asces-Unita). A solenidade de inauguração acontece às 11h, de forma virtual, com transmissão ao vivo pelo canal da Ascom TJPE no YouTube. 
 
Assista aqui:
 
 
O serviço vai acolher e encaminhar pessoas que cumpriram pena no próprio município de Caruaru, ou estejam regressando de unidades prisionais de outras localidades. De acordo com suas necessidades, elas serão encaminhadas para instituições como o Escritório de Práticas Jurídicas da Faculdade Asces-Unita, a Defensoria Pública, o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), as Unidades de Saúde e o Ministério do Trabalho e Emprego. 
 
As pessoas encaminhadas das unidades prisionais receberão auxílio no acesso à rede de serviços públicos em áreas como qualificação profissional, moradia, documentação, saúde e acompanhamento processual. Os atendimentos serão realizados presencialmente, ou de maneira remota, conforme o plano de contingenciamento em vigência.
 
O Escritório Social faz parte do programa Fazendo Justiça, parceria do CNJ e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), com apoio Ministério da Justiça e Segurança Pública por meio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).
 
 
Informações:  
Escritório Social de Caruaru
Endereço: Rua Armando da Fonte, 197 – loja 4
Bairro Maurício de Nassau
Fone: (81) 3701-1882
 
...........................................................................................................
Texto: Amanda Machado | Ascom TJPE
Imagem: CNJ