Últimas Notícias Últimas Notícias

Voltar

Secretaria de Gestão de Pessoas realiza encontro com os Estagiários do TJPE para falar sobre Vivências Inovadoras no Estágio

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), através de sua Secretaria de Gestão de Pessoas, promoveu na tarde desta quarta-feira (15/06), um bate papo sobre Vivências Inovadoras no ambiente de Estágio deste Tribunal. O encontro foi realizado pela plataforma Cisco Webex Meetings, e contou com a participação de cerca de 60 estagiários da instituição. O encontro foi coordenado pela gerente de Estágio, Maria Consuelo de Assis.

O evento foi aberto pelo secretário de Gestão de Pessoas - SGP, Wagner Lucena, que se declarou feliz em participar do momento. “Estágio é um jogo ganha-ganha entre o contratado e a Instituição Concedente”. O secretário- adjunto da SGP, Nelson Norberto, e a diretora de Gestão Funcional, Solange Cunha, também se pronunciaram, saudando os participantes e enaltecendo a riqueza do momento.

Durante o encontro, a estagiária do curso de Secretariado, Juliana Mayara, que atua na Gerência de Estágio - Gest/SGP, falou sobre Inovação, apresentando conceitos de teóricos, pontuando que a Inovação pode ser expressa em ações localizadas e simples. “Inovar é melhorar, dar um passo à frente”, disse. 

Em seguida, a servidora da Gest\SGP, Nelma Ferrão, apresentou, em detalhes, o Edital de Premiação Anual: O Futuro do TJPE - Práticas Inovadoras no Estágio, rodado ano passado, como uma das ações dentro da política de valorização e desenvolvimento profissional dos estagiários do TJPE.

Relatos – Um prêmio e Um exemplo

Na segunda parte do encontro, dois ex-estagiários apresentaram experiências de práticas inovadoras implantadas em setores deste Poder. O primeiro a apresentar seu testemunho foi um premiado na 1ª edição do Edital de práticas Inovadoras, Matheus Falcão Rangel Raulino, que desempenhou atividades no Cartório de Recursos para Tribunais Superiores – Cartris e ganhou a premiação com a prática: “Planilha de Agilização Processual do Cartris: Ferramenta para Alimentação e Controle dos Pedidos dos Usuários Externos no Cartris do Tribunal de Justiça de Pernambuco”, onde, o jovem, bacharel em Direito, unificou todos os fluxos de entrada e remessa de recursos judiciais de processos da Justiça Estadual para o Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal, através de uma planilha compartilhada no Google, acessível a todos os servidores da Unidade pela internet.

Ele contou que a gestora (supervisora), Luana dos Santos Souza, o incentivou a concorrer na premiação, pois reconheceu o ganho em produtividade e eficiência que a prática de sua autoria trouxe ao setor. “Além desse convite, estou muito feliz em saber que minha planilha está em operação até hoje no Cartris. Só tenho a agradecer a Gerência de Estágio pela oportunidade de ter colaborado com o TJPE, e pela premiação que não esperava ganhar”. Pontuou Matheus.

Com a prática intitulada “Modernização de Processo: Virtualização da comunicação, de processos de falecimentos, exonerações e licenças sem vencimento de servidores e magistrados para usuários externos ao Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco”, Gabriela Pinheiro, administradora, que desempenhou atividades na Unidade de Benefícios/Gerência de Execução de Pagamento/Diretoria de Gestão de Funcional – SGP, substituiu um fluxograma de encaminhamento de documentos que durava, em média, uma semana, por outro finalizados em até dois dias. Mesmo sendo considerada uma prática Inovadora, não concorreu por fazer parte da Comissão Organizadora do Projeto. “Independente de concorrer a prêmios, é muito gratificante saber que você deixa uma semente de inovação, de aprimoramento em uma prática de trabalho. É bom ser lembrada por uma instituição da qual se fez parte”, concluiu Gabriela.

Os objetivos do encontro, tais como, apresentar e discutir sobre conceitos de inovação; compartilhar experiências que ilustrem essa abordagem; dialogar sobre a importância da participação do estagiário no Poder Judiciário dentro desse contexto inovativo, e fomentar no estudante vinculado ao Programa o desejo de deixar sua marca nesta trajetória acadêmica, segundo Maria Consuelo de Assis, foram atingidos.

 A Gestora conclui: “Nosso intuito aqui é estimular que vocês ao voltarem às suas unidades procurem inovar, e assim poder deixar um legado para o TJPE, e para sua vida profissional. Hoje o nosso Tribunal está fomentando práticas de inovação em seus setores e através dos colaboradores”.

.............................................................................
Texto: Redação | Ascom TJPE