Ultimas Notícias Ultimas Notícias

Voltar

Tribunais estaduais realizam consulta pública para elaboração das metas de 2022

Logomarca da gestão participativa

Com o objetivo de construir um Judiciário cada vez mais eficiente, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) promove, junto com outros tribunais estaduais, uma consulta pública sobre as Metas Nacionais do Poder Judiciário para o ano de 2022. Podem opinar magistrados, servidores, defensores públicos, membros do Ministério Público, advogados e cidadãos. Traçadas pela primeira vez em 2009, as metas são coordenadas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Intitulada “Gestão Participativa, juntos por uma Justiça ainda melhor!, a pesquisa pode ser respondida por meio do formulário eletrônico que ficará disponível até o dia 18 de julho. O participante pode fazer considerações e sugerir alterações ou novas propostas de metas. A pesquisa é fruto do esforço conjunto de 27 tribunais estaduais, por meio da Rede Nacional de Governança da Justiça Estadual.

Comprometimento - As Metas Nacionais do Poder Judiciário representam o compromisso dos tribunais brasileiros com o aperfeiçoamento de sua prestação, buscando proporcionar à sociedade um serviço mais célere, com mais eficiência e qualidade. Desde a sua criação, em 2009, os órgãos do Poder Judiciário se reúnem anualmente para definir as metas e as prioridades estratégicas para o ano subsequente. Dessa forma, o processo de formulação das metas está em constante atualização; evolução; e, principalmente, aprimoramento.

A partir da instituição da Portaria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nº 138/2013, e posteriormente coma a publicação da Portaria CNJ nº 59/2019, que tratam da Rede de Governança Colaborativa, a gestão participativa se tornou um aspecto essencial na formulação das metas, já que possibilita contemplar de forma real as visões dos diversos segmentos e instâncias da Justiça.

........................................................................
Texto: Redação | Ascom TJPE