Notícias TJPE Notícias TJPE

Voltar

Coordenadoria da Mulher do TJPE inicia projeto com barbearias do Estado

Com o objetivo de ampliar a disseminação das orientações voltadas à redução da violência contra as mulheres no Estado, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) – através da Coordenadoria da Mulher – promoveu, na manhã desta segunda-feira (9/11), um bate-papo virtual para tratar do projeto Mãos EmPENHAdas contra a violência doméstica e familiar contra a mulher, que, neste ano, estende-se para o espaço das barbearias, e tem como lema Barba, Cabelo e Bigode - Violência não pode - #Todos juntos contra a violência doméstica.

Na reunião preparatória, a coordenadora da Mulher do TJPE, desembargadora Daisy Andrade, apresentou o material que será distribuído nas barbearias selecionadas para o projeto, bem como ressaltou o objetivo principal da iniciativa, que é ampliar os espaços de disseminação de orientações em prol do combate à violência doméstica e familiar contra a mulher, de modo a torná-los agentes multiplicadores de informações no combate a esse tipo de crime.

“Quanto mais falarmos, mais importante se tornará o tema. Ressaltamos que os espaços de estética e beleza masculina, que vão compor a segunda etapa do programa Mãos EmPENHAdas, não se tornarão locais de denúncia.  O foco é a corresponsabilidade social, o auxílio nos esclarecimentos, a disseminação das informações no combate à violência contra a mulher”, pontuou a desembargadora.

A reunião contou com a presença do Instituto Maria da Penha. Nele, também são apresentados dados relativos a violência contra as mulheres no Brasil; as definições de Gênero, Papeis e Diferença de gênero; os marcos históricos e determinantes sociais na dinâmica da violência contra a mulher no país; as diferenças entre violência física, psicológica, moral e patrimonial; dicas de como observar a escala da violência; dentre outros.  

Na ocasião, também foi veiculado vídeo com participação da embaixadora do projeto Mãos EmPENHAdas, a atriz, modelo e ativista Luiza Brunet, no qual ela fala do histórico da iniciativa, que foi lançada pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), em 2017, como proposta para vários estados brasileiros, de modo a mobilizar parceiros do segmento profissional de beleza feminina para atuarem na disseminação e orientação no combate da violência contra as mulheres.

Mãos EmPENHAdas em Pernambuco

A iniciativa do TJMS contou com a adesão da Coordenadoria da Mulher do TJPE em 2019. Na ocasião, foram realizadas três capacitações com profissionais de salões de beleza feminino do Estado. Neste ano, com o foco voltado para os espaços de estética e beleza masculina, a Coordenadoria da Mulher já iniciou contato com os estabelecimentos e prepara-se para fechar cronograma de atuação nos referidos espaços.

......................................................................................
Texto: Micarla Xavier | Ascom TJPE
Imagem: Divugação