Notícias TJPE Notícias TJPE

Voltar

Pleno elege novo desembargador eleitoral

A eleição ocorreu na Sala de Sessões Desembargador Antônio de Brito Alves, no Palácio da Justiça

O desembargador do Tribunal Justiça de Pernambuco (TJPE) Adalberto de Oliveira Melo foi eleito, por aclamação, para o cargo de desembargador eleitoral efetivo, em sessão do Pleno, realizada nesta segunda-feira (29/11). Compuseram a sessão, 46 magistrados. Ele ocupará a vaga deixada pelo desembargador Carlos Frederico Gonçalves de Moraes, em razão da conclusão do biênio no dia 2 de dezembro deste ano. 

Presidida pelo chefe do Judiciário estadual pernambucano, desembargador Fernando Cerqueira, e pelo 1º vice-presidente do Tribunal, desembargador Eurico de Barros, a eleição ocorreu, na Sala de Sessões Desembargador Antônio de Brito Alves, no Palácio da Justiça, no formato telepresencial, sendo utilizada a plataforma Cisco Webex. A sessão também foi transmitida pelo canal do YouTube da Assessoria de Comunicação Social do TJPE.

Ao ser eleito, o desembargador Adalberto de Oliveira, agradeceu a confiança depositada para exercer o novo cargo. “Quero dizer aos senhores que eu volto para a casa feliz e tranquilo, mas também engajado e comprometido com essa missão que nós temos, que é bem servir a sociedade, dando o meu máximo. Agradeço também a presença e a participação de todos que me apoiaram”, pontuou. 

Currículo - Nascido em 16 de novembro de 1951, na cidade de Caruaru, Agreste pernambucano, Adalberto de Oliveira Melo é bacharel e mestre em Direito; e pedagogo com especialização em Administração Escolar. Assumiu ocargo de juiz de Direito aos 29 anos, em 1981, na comarca de Pedra. Em 1986, foi promovido ao cargo de juiz substituto da Capital.

Em 1987, passou à função de juiz auxiliar da Corregedoria Geral da Justiça. O magistrado foi ainda juiz Eleitoral, na comarca de Salgueiro, em 1988. Entre 1989 e 1991, foi membro do Colégio Recursal dos Juizados Especiais de Pequenas Causas. Integrou a Comissão de Estudos Preliminares, elaborando o esboço do anteprojeto do novo Código de Organização Judiciária do Estado. Em 1992, foi designado juiz titular do I Colégio Recursal e, a partir de 1997, passou a responder pela 18ª Vara Cível da Capital. Foi promovido ao cargo de desembargador do TJPE, pelo critério de antiguidade, em Sessão Extraordinária do Pleno do dia 22 de novembro de 2004. 

Foi primeiro vice-presidente do TJPE no biênio 2016/2018. Com investimentos em Pessoal, Tecnologia, Comunicação e Infraestrutura, sob o lema “Inovando para pacificar e unir”, presidiu o Judiciário estadual durante o biênio 2018/2020, sendo o primeiro caruaruense a exercer o cargo em quase 200 anos de história do Tribunal. Com foco na Educação a Distância, sob o lema “Excelente por tradição. Inovadora por vocação”, é o diretor-geral da Escola Judicial de Pernambuco (Esmape) no biênio 2020/2022. Atualmente preside também a 2ª Câmara Cível e integra o 2º Grupo de Câmaras Cíveis e a Seção Cível.

Outras pautas 

A sessão também foi marcada pelo anúncio do nome do novo presidente do Comitê Gestor do Processo Judicial eletrônico (PJe) no TJPE. O cargo será ocupado pelo desembargador Isaías de Andrade Lins Neto. O anúncio foi feito pelo ex-presidente do Comitê, desembargador Silvio Neves Baptista Filho, que estava no cargo desde junho de 2017. Atualmente, o PJe está instalado em todas as comarcas e unidades do TJPE, do 1º e 2º graus. Confira AQUI a implantação do sistema. 

Por fim, houve a votação de 15 editais, sendo 12 para promoção e três para a remoção de juízes da 2ª para a 3ª Entrância. A lista com os nomes dos eleitos será publicada no Diário de Justiça eletrônico (DJe), desta terça-feira (30/11). 
...................................................................
Texto: Ivone Veloso | Ascom TJPE
Foto 1: Armando Artoni | K9 Produções e Eventos
Foto 2: Assis Lima | Ascom TJPE