Notícias TJPE Notícias TJPE

Voltar

TJPE entrega certificados de conclusão de cursos para jovens da Comunidade do Coque

Presidente e estudante

No total, 165 jovens participaram do 1º Módulo das formações em inglês e informática

O 1º Módulo do programa Justiça Libertadora, uma parceria de ensino entre o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) e o Serviço Social da Indústria (Sesi-PE), com apoio da Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC), foi encerrado na tarde de 18 de dezembro com a entrega dos certificados de conclusão de curso a 165 jovens de três escolas públicas, localizadas na Comunidade do Coque. Os estudantes frequentaram aulas de inglês e informática gratuitamente em salas instaladas no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, Recife, local da cerimônia. Antes de receber os diplomas, os alunos foram saudados pelos colegas Humberto Trajano Martins de Lima e Micaele Steiney Silva.

O presidente do TJPE, desembargador Leopoldo Raposo, pronunciou que o programa é uma iniciativa de aproximação maior do Poder Judiciário com a população. Para o magistrado, a Justiça deve estender a busca da cidadania para além do processo judicial. “Ressalto aqui o trabalho conjunto com o Sesi-PE. Sem essa parceria institucional, que foi alcançada através da intermediação do assessor da Presidência, juiz João Targino, o Justiça Libertadora não seria possível.”

Já o superintendente do Sesi-PE, Nilo Simões, reforçou a importância do Justiça Libertadora. “Nós, do Sesi-PE, acreditamos que a educação transformará o mundo em um lugar melhor e inclusivo para todos. Nós estaremos sempre prontos para promover o acesso ao conhecimento entre os jovens.” O diretor do Fórum do Recife, juiz Mozart Valadares; o juiz Flávio Fontes; a analista de Educação do Sesi-PE Greice Barbosa; o gerente da unidade de Educação do Sesi-PE, Michael Groarke; e a professora de inglês, Adriane Florêncio, também participaram da solenidade.

Fósseis, civilizações, estrelas e sonhos – Paleontologia, arqueologia e astronomia são alguns dos interesses do estudante Jonata Costa, 17 anos, quando ele pensa em curso superior. O aluno, que cursa o 2º ano do ensino médio na Escola Joaquim Nabuco, mora há 10 anos na comunidade do Coque com sua mãe, separada de seu pai, e com seu irmão de 14 anos. Ele participou deste 1º Módulo do programa Justiça Libertadora, elogiando as aulas e a didática da professora. “Seja qual carreira científica que eu vier a seguir, entre as que mais me interessam, vou viajar para outros países e precisarei do inglês para me comunicar bem com estrangeiros.”

Mais aulas – O programa Justiça Libertadora terá o seu 2ª Módulo em 2018, continuando a atender alunos de escolas públicas da Comunidade do Coque. Entretanto, a intenção é de estender a duração dos cursos de inglês e informática de três para seis meses por motivo de adequação didática. Os novos alunos, como ocorreu no 1º Módulo, serão indicados pelos gestores dos colégios.
....................................................................................
Texto: Izabela Raposo | Ascom TJPE
Foto: Francisco Shimada | Ascom TJPE