Notícias

Voltar

Decano do TJPE é homenageado

Desembargador Jones Figueirêdo e desembargador Adalberto de Oliveira Melo
 

Desembargador Jones Figueirêdo e desembargador Adalberto de Oliveira Melo

Durante reunião do Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Pernambuco, realizada na tarde de 11 de fevereiro, no Palácio da Justiça, no Recife, o chefe do Judiciário Estadual, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, homenageou o decano da Corte e diretor-geral da Escola Judicial (Esmape), desembargador Jones Figueirêdo Alves. Em 9 de fevereiro de 2019, o magistrado completou 20 anos de ingresso no TJPE – segundo grau. A homenagem foi acompanhada pelos magistrados presentes. O desembargador Jones Figueirêdo ingressou na magistratura pernambucana, no cargo de juiz, há 43 anos. Confira a saudação do desembargador Adalberto de Oliveira Melo:
 

Vinte anos do desembargador Jones Figueirêdo Alves no Tribunal de Justiça de Pernambuco
  
Ao iniciarmos esta sessão, presto homenagem ao decano do Tribunal de Justiça de Pernambuco, desembargador Jones Figueirêdo Alves, que, no último dia 9 de fevereiro, completou 20 anos como integrante desta Corte.
 
Magistrado de carreira com mais de quatro décadas de atuação no Judiciário Estadual, o amigo Jones Figueirêdo Alves é um jurista exemplar, proativo e incansável na luta por justiça, inovação e pacificação social. Embaso essa minha afirmação a partir do exemplo diário e do currículo de nosso par.
 
Jones Figueirêdo é diplomado em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito do Recife e em Ciências das Comunicações Sociais pela Universidade Católica de Pernambuco. Também possui formação internacional nas áreas de Administração Judiciária e Direito da Informática e é mestre em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa.
 
Vice-presidente e presidente do TJPE, também dirigiu o Centro de Estudos Judiciários, em diferentes ocasiões, totalizando oito anos à frente da unidade. Membro da Academia Brasileira de Direito Civil, autor de diversas obras jurídicas e premiado pelos estudos realizados, é o atual diretor-geral da Escola Judicial de Pernambuco (Esmape), cargo que ocupa pela segunda vez, e onde executa excelente trabalho.
 
Ao longo da história, Jones Figueirêdo assessorou diversos projetos e, dentre eles, a Comissão Especial do novo Código Civil, na Câmara Federal, sendo reconhecido com a "Medalha do Mérito Legislativo". Integrou, ainda, missão humanitária da Organização das Nações Unidas para contribuição judiciária à administração da Justiça de Moçambique, junto ao Tribunal Supremo daquele país. No campo cultural, é membro efetivo do Instituto Histórico-Arqueológico e Geográfico Pernambucano e da União Brasileira de Escritores no Estado.
 
Presidente da Comissão de Magistrados de Família do Instituto Brasileiro de Direito de Família, é autor do Provimento CGJ 12/2018, que trata do reconhecimento parental a partir do programa “Encontro Consigo”. Com apoio da Presidência e da Corregedoria Geral da Justiça, a iniciativa já é destaque no meio jurídico, com ampla divulgação da imprensa pela inovação e pelo serviço prestado à sociedade.
 
No Tribunal, integra, ainda, a Comissão para Aplicação de Soluções em Inteligência Artificial do TJPE. Esse grupo de notáveis, formado por magistrados e servidores, dentre outros projetos, criou uma ferramenta para análise de processos de executivos fiscais.
 
Por todo legado, Jones Figueirêdo Alves pode ser considerado um magistrado imortal. Parabéns e muito obrigado por todos os ensinamentos e por toda contribuição à Justiça em nosso Estado e em nosso País.
 
Desembargador Adalberto de Oliveira Melo
Presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco
Poder Judiciário Estadual
 
Recife (PE), 11 de fevereiro de 2019.
.............................................................................................................
Texto introdutório: Francisco Shimada | Ascom TJPE
Foto: Antônio Santos | Ascom TJPE