Notícias

Voltar

Mais de 4,7 mil universitários concorrem a vagas de estágio no Judiciário de Pernambuco

Estudantes sentados em sala de aula aguardam a aplicação da prova

Sala de aula na Erem Sizenando Silveira, no Recife, uma das 15 escolas onde foram aplicadas provas

Sem intercorrências, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) realizou, na tarde deste domingo (7/7), as provas do concurso do Programa de Estágio da instituição. De acordo com o Instituto de Gestão e Desenvolvimento Social (IGD-RH), responsável pelo certame, 4.705 candidatos se inscreveram, sedo aproximadamente 2,9 mil universitários do curso de Direito. A aplicação ocorreu em 15 escolas dos municípios de Araripina, Petrolina, Serra Talhada, Garanhuns, Caruaru e Recife. Os portões foram abertos às 13h e fechados às 14h; com encerramento do exame pouco depois das 17h. Confira as fotos AQUI.

Estudante sentada e sorrindo para entrevistador

A estudante Mayara Mikaelly de Sousa Menezes concorre à vaga para estudantes de Direito

Moradora de São Lourenço da Mata, a estudante do terceiro período de Direito, Mayara Mikaelly de Sousa Menezes, 20 anos, chegou cedo ao local de prova. “A gente saiu de casa às 11h20, e eu vim rezando para todos os sinais estarem abertos. A gente chegou antes de os portões abrirem e foi tudo bem. Agora são as melhores expectativas, e eu espero passar em nome de Jesus”, declarou. 

A universitária fez a prova na Escola de Referência em Ensino Médio Sizenando Silveira, localizada no bairro da Boa Vista, no Recife, e veio acompanhada da sogra, a dona de casa Edna de Oliveira Moura. “Ela é uma pessoa muito boa. Quando ela me chamou, eu só fiz trocar de roupa e vim aqui com ela. Eu amo muito minha nora, e Mayara é como se fosse uma filha para mim. Eu vim porque esse apoio da família é muito importante”, disse. A estudante concorre a uma vaga para o 2º Polo, que compreende as cidades de São Lourenço e Camaragibe.

Senhora de cabelo com trança e óculos concede entrevista

Sogra de Mayara Menezes, Edna de Oliveira Moura torce pela nora nessa primeira tentativa de estágio

A diretora de Gestão Funcional da Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP/TJPE) do Judiciário Estadual, Solange Cunha, acompanhou a realização das provas e falou sobre a importância do Programa de Estágio para a formação dos estudantes. “A gente fica satisfeita, porque deu tudo certo. A Gerência de Estágio não teve notícia de nenhuma intercorrência, de nada diferente, então, tudo transcorreu dentro da normalidade. Traz uma felicidade pra gente saber que esses estagiários podem, um dia, integrar o quadro de magistrados e servidores do TJPE, no sentindo de que o programa é de fato efetivo. Há um envolvimento tanto da instituição quanto do estagiário, de modo que ele se encanta e tem vontade de fazer parte desta casa, desta grande família que é o Tribunal de Justiça de Pernambuco”, destacou a servidora.

Aos candidatos, foram cobrados conhecimentos em leitura e interpretação de textos na Língua Portuguesa, além de Ortografia, Gramática e Sintaxe; Raciocínio Lógico; conhecimentos gerais em Atualidades; e conhecimentos específicos. Os primeiros participantes começaram a deixar os locais de prova uma hora após o início da aplicação. A publicação do resultado final do Processo Seletivo está prevista para o dia 6 de agosto de 2019. Os participantes precisam ficar atentos ao cronograma do certame (https://igdrh.selecao.net.br/informacoes/19/), como lembrou o coordenador de Aplicação de Prova do IGD-RH, Cássio de Sousa Rocha.

“A gente está há algum tempo na organização das provas, com a distribuição do material para as seis cidades onde foram realizados os exames. Tudo tranquilo, com todos os procedimentos realizados de forma correta. Fomos informados que todos os candidatos entraram nos locais de prova sem ocorrências, portões foram fechados e a prova aplicada seguindo todo planejamento. Depois disso, a gente segue o cronograma, levando todo o material para São Paulo, faz a abertura dos malotes, a leitura dos cartões de resposta, divulga resultado preliminar, abrindo período de recurso às questões e divulgação final”, explicou o representante da empresa.

Diretora Solange e coordenador Cássio conversam frente a frente

A diretora Solange Cunha e o coordenador Cássio Rocha acompanharam a realização das provas

O Programa de Estágio do TJPE abrange 14 áreas de conhecimento. São elas: Administração, Arquitetura, Biblioteconomia, Ciências da Computação, Ciências Contábeis, Educação Física, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Jornalismo, Museologia, Pedagogia, Secretariado, Serviço Social e Psicologia. Os 140 novos estagiários passarão a integrar a equipe do Judiciário formada por mais de 6,4 mil servidores e 555 magistrados distribuídos por todo o Estado.

O estágio terá duração de um ano, podendo ser prorrogado por igual período. As atividades serão desenvolvidas com uma carga horária de 20 horas semanais, de acordo com o horário de expediente das Unidades Administrativas e Judiciárias do TJPE. Para os estudantes, será concedida Bolsa Complementar Educacional no valor de R$ 723,00; auxílio-transporte; e seguro anual múltiplo contra acidentes pessoais. Após um período de 12 meses de contrato, o estagiário tem direito a um recesso remunerado de 30 dias.
................................................................................................................................................
Texto: Francisco Shimada | Ascom TJPE
Fotos: Silla Cadengue – Guilherme Guimarães | Cacoete Produções | Ascom TJPE