Ultimas Notícias

Voltar

Casamento coletivo da Casa de Justiça e Cidadania celebra mais de 65 uniões

Marido assina documento ao lado da esposa
Cerimônia foi realizada no Fórum do Recife
 
No casamento coletivo promovido pela Casa da Justiça e Cidadania do Tribunal de Justiça de Pernambuco (CJC/TJPE), na segunda-feira (29/5), 67 casais oficializaram a união. A cerimônia foi realizada no auditório do Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, no Recife. O início da celebração foi marcado pela apresentação do Quarteto de Cordas da Orquestra Criança Cidadã, que apresentou versões das músicas “Por una Cabeza” e “Carinhoso”. Confira mais fotos no Flickr do Judiciário pernambucano.
 
A solenidade foi celebrada pela juíza da 5ª Vara de Família e Registro Civil da Comarca do Recife, Wilka Vilela. “É com muita alegria que participo mais uma vez do casamento coletivo do Coque, que a cada edição sempre abrange muitos casais. É um momento de celebração da união de pessoas que se amam. Na cerimônia esclarecemos sobre os direitos dos cônjuges e enfatizamos importância do casamento ser baseado no diálogo e respeito entre ambos”, ressaltou a juíza Wilka Vilela.
 
Para Luciene Avelino, 41, moradora da comunidade do Coque, a cerimônia foi duplamente especial. Na ocasião, ela e o companheiro Edvaldo Pereira, 50, oficializaram a união de 27 anos no mesmo dia em que a filha do casal Érica Avelino, 25, casou com o noivo Antônio da Silva Júnior, 31, após cinco anos de relacionamento. “Eu sempre quis casar. Acho importante para a nossa família, mesmo após todo esse tempo em que estivemos juntos. E, quando surgiu a oportunidade de casar no mesmo dia em que a minha filha, o momento ficou ainda mais marcante para todos”, disse Luciene Avelino.
 
O coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec/TJPE), desembargador Erik Simões, também esteve presente ao evento. Ele destacou a importância do trabalho da CJC. “Através da Casa de Justiça e Cidadania, o Judiciário beneficia a comunidade, seja com esse evento ou com os outros promovidos. A ação do casamento coletivo tem grande visibilidade e pretendemos aprimorá-la para que mais pessoas sejam atendidas”, concluiu o magistrado.
 
Serviço – A Casa de Justiça e Cidadania é uma unidade multifuncional que visa a promover ações voltadas à efetiva participação do cidadão e da comunidade na solução de seus problemas, além de aproximar o Poder Judiciário da sociedade. O Núcleo de Apoio e Desenvolvimento das Casas da Justiça e Cidadania é vinculado ao Nupemec/TJPE. Além da sede na comunidade do Coque, a CJC possui instalação no Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade de Olinda (Focca), no bairro do Carmo. Mais uma unidade será instalada no bairro do Bongi, no Recife.
....................................................................................
Texto: Marília Ferreira | Ascom TJPE
Revisão: Ivone Veloso | Ascom TJPE
Fotos: Assis Lima | Ascom TJPE