Pular para o conteúdo

Notícias

Voltar

Desembargador Roberto Ferreira Lins é homenageado com fotografia na galeria de ex-corregedores

A aposição da fotografia do desembargador Roberto Ferreira Lins na galeria dos ex-corregedores, nesta terça-feira (5/12), emocionou os presentes. A solenidade, comandada pelo corregedor geral da Justiça, desembargador Antonio de Melo e Lima, contou com a presença da viúva do homenageado, Edjene Barros Lins, e da filha, Maria Roberta Lins. Também prestigiaram o evento, realizado no Fórum Thomaz de Aquino, no bairro de Santo Antônio, o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Leopoldo Raposo, o 1º vice-presidente do TJPE, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, e dos desembargadores Fernando Cerqueira e Daisy Andrade.

Roberto Ferreira Lins nasceu na capital pernambucana em 1951. Formou-se em Direto pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) no ano de 1975. Antes de ingressar na magistratura, militou na advocacia e foi aprovado em concursos públicos, tais como o de procurador do Município do Recife e do Banco Central. Foi nomeado juiz de Direito em 22 de outubro de 1982. Em outubro de 2004, foi promovido desembargador do TJPE pelo critério de merecimento, à unanimidade de votos. Exerceu o cargo de presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) durante o biênio 2009/2010. O magistrado ocupou o cargo de corregedor geral da justiça de Pernambuco de 4 de fevereiro de 2016 a 5 de outubro do mesmo ano, data em que faleceu.

 

Em sua fala, o corregedor geral da Justiça relembrou o momento em que assumiu a Corregedoria. “Eu disse que aquele momento jamais teria sido desejado. Primeiro porque, pela lista de antiguidade, não seria o meu momento; segundo pelas circunstâncias. A aposição da fotografia sempre foi, por tradição, o momento do homenageado, de falar dos feitos de sua gestão. Estamos colocando essa fotografia aqui na galeria sem a presença física de Roberto Ferreira Lins e eu não posso falar por ele. Não vou tomar o seu discurso. Os amigos, servidores, magistrados e familiares que conheceram e conviveram com ele estarão ouvindo suas palavras em suas cabeças, em seus corações. Que o discurso dele, no silêncio, de onde quer que ele esteja, nos invada”, concluiu. Em seguida, a fotografia foi descerrada.

 

---

Texto: Rebeka Maciel | Ascom CGJ-PE

Foto: Anderson Freitas | Agência Rodrigo Moreira