Pular para o conteúdo

Notícias

Voltar

Solenidade marca a transferência do acervo do Cartório do 1º Ofício de Altinho para o Cartório do 2º Ofício da Comarca

A cidade agora passa contar com uma única serventia com acumulação de todas as especialidades de notas e de registro

A transferência do acervo do Cartório do 1º Ofício de Altinho para o Cartório do 2º Ofício da Comarca foi realizada na última quinta-feira (8/6). A cidade agora passa contar com uma única serventia com acumulação de todas as especialidades de notas e de registro, exceto o registro civil das pessoas naturais, conforme determina a Lei Complementar Nº 196/2011 de Pernambuco.

A solenidade que marcou o ato de transferência foi presidida pelo corregedor geral da Justiça, desembargador Antonio de Melo e Lima. Durante o evento, o magistrado esclareceu a razão da transferência do acervo. "A Lei Complementar Nº 196 teve como objetivo reorganizar os serviços notariais e de registro, criando as condições necessárias para que funcionassem de forma mais eficiente", explicou. Com a vacância da serventia do Cartório do 1º Ofício da Comarca, decorrente do falecimento do titular, esta foi extinta e seu acervo transferido para o Cartório do 2º Ofício.

"Esta é a cidade onde nasci e fiz questão de vir esclarecer quaisquer dúvidas. Quero aproveitar e parabenizar Jonas da Silva Melo, que ficou responsável pelo Cartório do 1º Ofício, pela organização", destacou.

Durante o dia, o juiz corregedor auxiliar do Extrajudicial do interior, Janduhy Finizola da Cunha Filho, coordenou os trabalhos para a transferência do acervo. Um inventário de todos os livros e documentos do Cartório do 1º Ofício foi realizado.

O titular do Cartório do 2º Ofício, Cláudio Lúcio de Miranda, enfatizou o compromisso de prestar um serviço eficiente para a população. "Da minha parte, tudo farei para cumprir as determinações da Corregedoria, bem como para realizar um atendimento com humanidade e cortesia, sem preconceitos ou distinções", afirmou.

Também estiveram presentes no ato o assessor especial da Corregedoria, juiz Eduardo Guilliod, a juíza da Comarca, Sheila Cristina Torres Santos Moreira, e o presidente da Câmara de Vereadores, Amaro José da Silva, além de servidores da Justiça e funcionários do cartório.

 

................................................................................

Texto: Rebeka Maciel | Ascom CGJ-PE

Fotos: Anderson Freitas | Agência Rodrigo Moreira