Notícias Notícias

Voltar

TJPE é finalista do Prêmio Innovare na categoria Juiz por ferramenta Rotina.Jus

Presidente faz discurso parabenizando toda a equipe da 3ª Vara CívelFinalistas da 18ª edição do Prêmio Innovare, promovida em 2021, a equipe da 3ª Vara Cível da Comarca de Palmares recebeu, nesta segunda-feira (7/11), a placa de Menção Honrosa pela prática desenvolvida pela unidade. A solenidade de entrega aconteceu na Presidência do Tribunal de Justiça de Pernambuco, com a presença do presidente do Judiciário estadual, desembargador Luiz Carlos Figueirêdo, do corregedor-geral da Justiça, desembargador Ricardo Paes Barreto, além do consultor do Innovare, advogado Rafael Cavalcanti, do juiz da Vara, Diego Vieira e de toda a equipe da unidade. 

O Projeto Rotina.Jus, é utilizado pela vara desde 2020 e consiste numa rotina sistemática de trabalho que proporciona celeridade na entrega da prestação do serviço jurisdicional à população, e, ao mesmo tempo, a redução do acervo processual da unidade, que cumpre, assim, as metas estabelecidas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A iniciativa é de autoria do juiz Diego Lima e conta com a participação de toda a equipe da 3ª Vara Cível de Palmares. 

Segundo o consultor do Innovare, Rafael Cavalcanti, a prática concorreu com mais de 100 iniciativas inscritas na categoria Juiz e só dois foram para a final. “Fico muito satisfeito porque sou pernambucano e trago este prêmio para o Judiciário do nosso Estado. No total, o TJPE teve 5 iniciativas premiadas ao longo da história do Innovare. Então, gostaria de parabenizar ao juiz Diego Vieira e toda a equipe da Vara”, destacou.

Equipe da Vara com a placa de Menção HonrosaTitular da Vara, o juiz Diego Vieira esclareceu que inscreveu o prêmio na categoria Juiz, mas a iniciativa contou com a participação de todos que integram a unidade. “Esses servidores são um exemplo para o Judiciário e é uma felicidade receber este prêmio com toda a equipe”, disse.

Para o presidente do TJPE, a premiação tem uma grande simbologia. “É importante destacar que este reconhecimento acontece em um campo onde não só o TJPE, mas o Judiciário de todo o país enfrenta muitos desafios. Não somos treinados para fazer gestão. Sabemos fazer sentenças, despachos, mas não para fazer gestão. Esse projeto já serve de modelo para outras unidades, registrando que não trabalhamos para ganhar prêmios, mas para melhorar a prestação jurisdicional para o cidadão. Portanto, registro essa simbologia e destaco esse marco para que todas as unidades saibam que, pode até demorar, mas o reconhecimento chega, como chegou para esse grupo de Palmares por todo o seu esforço. Parabéns”, concluiu.

Composição e produtividade 3ª vara Cível de Palmares

Além do juiz Diego Lima, a equipe da 3ª vara Cível de Palmares é composta pelos servidores Luana Regina Ferreira da Silva, Marilia Aragão Martinho Rocha, Valcione Lins dos Santos, Lais de Souza Ribeiro, Cassius Danilo Domingos Machado, Joyce Danielli Cordeiro Barbosa.

Sobre o Prêmio Innovare
Criado em 2004, o Prêmio Innovare vem trabalhando para identificar e colocar em evidência iniciativas desenvolvidas voluntariamente que trazem soluções inovadoras, ampliam a proximidade entre instituições jurídicas e a população e contribuem para o aprimoramento da Justiça brasileira. Ao todo, já foram premiadas 240 práticas, entre mais de 7 mil trabalhos, em diferentes áreas da atuação jurídica. Todas as iniciativas selecionadas são incluídas no Banco de Práticas do Innovare.

O Prêmio conta com o apoio de instituições parceiras que colaboram para a credibilidade e prestígio da premiação. Entre elas estão a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos (Anadep), Associação dos Juízes Federais (Ajufe), Conselho Federal da OAB, Associação Nacional dos Procuradores de República (ANPR), Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

 

......................................................................................

Texto e fotos: Rebeka Maciel | Ascom CGJ-PE