Pular para o conteúdo

Navegação do site

Navegação do site

Notícias Notícias

Voltar

Juíza da Vara de Infância e Juventude recebe Prêmio Tacaruna Mulher 2020

A premiação ocorreu na noite da quarta-feira (4/3), no Shopping Tacaruna, Olinda

A juíza titular da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Jaboatão dos Guararapes, Christiana Brito Caribé da Costa Pinto, foi condecorada na 20ª edição do prêmio Tacaruna Mulher. A premiação ocorreu na noite da quarta-feira (4/3), no Shopping Tacaruna, Olinda.

“Nesta noite, somos nove as homenageadas que juntas reafirmam as potencialidades femininas e representam milhares de mulheres anônimas, igualmente competentes e compromissadas”, comentou a juíza em discurso durante a premiação. Ela ainda exaltou as conquistas de todas as outras oito vencedoras do prêmio na noite, citando também suas ações e a importância de seus trabalhos. “No mundo ocidental, foram inúmeros os avanços no tocante à igualdade de direitos entre homens e mulheres. Entretanto, ainda precisamos comemorar o dia 8/3 para lembrarmos a luta feminina e que ainda há muito o que conquistarmos”, completou em discurso.

A honraria foi concedida a Christiana Caribé devido a trabalhos na área de Infância e Juventude com o Programa Anjo da Guarda, criada por ela há quatro anos. O programa prevê que cidadãos, empresas e entidades apadrinhem afetivamente, prestem serviços ou forneçam auxílio financeiro, a crianças e adolescente que aguardam por um tempo prolongado para adoção por não se encaixarem no perfil descrito pelos pretendentes.

Já foram beneficiadas mais de cem crianças e adolescentes, promovendo o Direito à convivência familiar e comunitária dos que vivem em Instituições de Acolhimento, proporcionando atividades de reforço escolar, esportes e cursos profissionalizantes, com o objetivo de prepará-los para uma vida autônoma. O projeto já viabilizou diversas adoções tardias, de crianças e adolescentes que estão fora da curva de procura. Ainda, promoveu a adoção de uma menina trans, autorizando a mudança de gênero na própria sentença de adoção. Ela foi a primeira juíza a realizar esse tipo de adoção no Brasil, em fevereiro de 2017.

"Ao assumir a Vara, percebi que muitas crianças em acolhimento prolongado precisavam de maior convivência social e que muitos estavam fora do perfil procurado por pretendentes à adoção, e foi por isso que surgiu o Anjo da Guarda. O programa conta hoje com dezenas de padrinhos e madrinhas que contribuem prestando algum serviço, financeiramente ou afetivamente" comenta a juíza.

Christiana Caribé é titular da Vara da Infância e Juventude do Jaboatão dos Guararapes 

Perfil - Filha mais nova do Procurador da República Carlos Caribé, e da dona de casa Iranice Caribé, Christiana Caribé sempre se sentiu vocacionada para a área social. Desde a adolescência, sentia interesse em ajudar crianças e jovens acolhidos e em situação de mendicância e vivência de rua. Um pouco mais tarde, quando precisou escolher a profissão, considerou Serviço Social e Psicologia, além de Direito, mas a influência da família, incluindo os três irmãos mais velhos, todos da área, colaborou para que optasse pela carreira jurídica, formando-se na Faculdade de Direito do Recife e mestreando-se pela PUC/SP. Segundo ela, essas três profissões estão inter-relacionadas na área infanto-juvenil. Como juíza titular da Vara da Infância e Juventude do Jaboatão dos Guararapes, ela usa de suas atribuições para fazer a diferença positiva na vida de muitos meninos e meninas. Christiana Caribé também é diretora da Associação dos Magistrados do Estado de Pernambuco (Amepe).

................................................................................................................
Texto: Marcelo Dettogni  |  Ascom TJPE
Fotos: Cortesia 


Organização

Patrocínio Master

Patrocínio

Apoio