Pular para o conteúdo

Navegação do site

Navegação do site

 

 

Notícias Notícias

Voltar

Justiça promove sessão de cinema para 150 crianças de instituições de acolhimento

Crianças, ao fundo da sala de cinema, observam personagem Darth Vader com sabre de luzA sessão de cinema para crianças e adolescentes aconteceu no Cinemark, no Shopping RioMar

Pipoca, doces, brincadeiras e muita diversão marcaram a sessão de cinema para 150 crianças e adolescentes que foram, nesta sexta-feira (15/6), ao Cinemark, no Shopping RioMar, no Recife. Um dia diferente na rotina de meninos e meninas que vivem em 13 instituições de acolhimento do Recife, Jaboatão dos Guararapes e Paulista. Eles foram assistir ao filme “Han Solo Star Wars”, na sessão das 10h. No local, foram recepcionados por Darth Vader, personagem da saga, através de parceria com Petequinha Eventos. Confira mais fotos no Flickr.

A ação acontece por meio do apadrinhamento da empresa Cinemark ao programa Pernambuco que Acolhe, desenvolvido pela Comissão Estadual Judiciária de Adoção do Tribunal de Justiça de Pernambuco (Ceja/PE). Essa é a terceira vez que a atividade ocorre, tendo sido realizada em maio e outubro do ano passado também com o apoio da Assessoria de Comunicação Social do TJPE.

Crianças brincam com tubarão gigante de papelãoDiversão e brincadeiras antes de assistir à sessão de cinema

Fernando*, 10 anos, que vive na instituição Vó Raimunda, em Paulista, há quatro anos, disse que aguardava ansiosamente pelo cinema desde que foi anunciado há um mês. “Achei muito legal essa ideia. Gosto de filmes, pipoca e de brincar com meus amigos. Então, estou adorando tudo aqui”, afirmou.

Para a coordenadora da Ceja TJPE, juíza Hélia Viegas, o evento, além de proporcionar mais um momento de lazer para as crianças e os adolescentes que moram em casas de acolhida, representa um momento de as pessoas olharem para as crianças que estão à espera de uma família, mas não têm pretendentes à adoção. A magistrada destaca ainda a importância do apadrinhamento dessas crianças.

Juíza Hélia Viegas ao lado de cartaz do filmeA juíza Hélia Viegas aborda a importância do apadrinhamento para crianças e adolescentes que vivem em casas de acolhida

“Esse evento foi possível a partir do apadrinhamento de crianças feito pelo Cinemark e também do apoio da empresa da Petequinha Eventos e da Ascom. Para as crianças e os adolescentes, é importante essa oportunidade oferecida. Eles têm direito a diversão e lazer. Não é difícil apadrinhar. Todos podem de alguma forma ajudar”, observou.

Demonstrando entusiasmo com a alegria do público do cinema, o dono da empresa Petequinha Eventos, Jorge Siqueira, revelou achar a iniciativa excelente. “É mais uma oportunidade que eles têm para socializar fora das instituições, de se sentirem integrados à sociedade, e principalmente, de se divertirem”, avaliou.

O programa Pernambuco que Acolhe possui diversas formas de apadrinhamento: padrinho/madrinha afetivo(a) é aquele que proporciona vivência social e afetiva por meio da convivência familiar, pois, regularmente pode visitar a criança e levá-la para passar finais de semana em sua companhia; padrinho/madrinha provedor(a) dá suporte material ou financeiro à criança ou à instituição acolhedora; e padrinho/madrinha profissional disponibiliza seu trabalho voluntariamente para atender às necessidades de crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional.

Clique AQUI para mais informações sobre o programa Pernambuco que Acolhe.  

.............................................................................
Texto: Ivone Veloso  |  Ascom TJPE
Fotos: Assis Lima  |  Ascom TJPE
*Fernando/Nome fictício