Pular para o conteúdo

Navegação do site

Navegação do site

 

 

Notícias Notícias

Voltar

Tribunal premia personalidades e entidades que atuam em prol dos Direitos Humanos

A solenidade de entrega de comendas lotou o Salão Nobre, local de destaque social do Palácio da Justiça

A solenidade de entrega de comendas lotou o Salão Nobre, local de destaque social do Palácio da Justiça

Através da Comissão de Direitos Humanos (CDH), o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) promoveu, em 10 de dezembro, a entrega da Medalha de Direitos Humanos Desembargador Nildo Nery dos Santos e do Prêmio de Justiça Social – Alcides do Nascimento Lins. O evento, sediado no Salão Nobre do Palácio da Justiça, no Recife, contou com a apresentação do Quinteto de Cordas da Orquestra Criança Cidadã, do Coral do TJPE e da Trupe do Faz e Conta, grupo teatral do Judiciário. A solenidade celebrou o Dia da Declaração dos Direitos Humanos, documento mundialmente lançado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 10 de dezembro de 1948. Confira as fotos em: https://photos.app.goo.gl/2pFAkFRcw96T84P47

O presidente do TJPE, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, parabenizou todos os agraciados pelo recebimento das comendas e a atuação da Comissão de Direitos Humanos.  Em pronunciamento, o magistrado exortou todos a se unir para atender um desejo de Deus: garantir os direitos humano às crianças, dando-lhes sempre generosidade, compreensão e piedade. Nesse sentido, citou como exemplo o trabalho desenvolvido pela Associação Beneficente Criança Cidadã e pelo Instituto JCPM, instituições agraciadas com o Prêmio Justiça Social.

O primeiro vice-presidente do TJPE, desembargador Cândido Saraiva, um dos homenageados com a Medalha e o Diploma de Direitos Humanos, em pronunciamento, declarou sua realização como magistrado em ser parte da Mesa Diretora da gestão atual. Ele destacou que o presidente do Tribunal, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, reforçou a missão social crescente do Judiciário com as famílias de maior vulnerabilidade social, através da promoção de seus direitos.

Além da presença dos agraciados e familiares, desembargadores, empresários e demais autoridades, dezenas de jovens e seus professores também prestigiaram o evento. Eles participam dos projetos de esporte, arte, e de educação básica e profissional do Instituto JCPM e do Centro Comunitário da Paz (Compaz) da Prefeitura do Recife. As crianças e adolescentes, de faixa etária entre 5 e 18 anos, são moradoras das comunidades Brasília Teimosa e outras próximas, localizadas na Zona Sul; e do Alto Santa Terezinha, Zona Norte do Recife, onde o Compaz atua desde 2016.

Medalha – A Medalha de Direitos Humanos Desembargador Nildo Nery dos Santos condecora operadores do direito e personalidades públicas civis e religiosas de destaque na promoção e na defesa da dignidade da pessoa humana. Este ano é a segunda edição, sendo a primeira feita no ano passado, atendendo à solicitação da Organização das Nações Unidas (ONU) na celebração dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos em 2018.

O desembargador Adalberto de Oliveira Melo entregou a comenda, junto com seu respectivo diploma, ao próximo presidente do TJPE e atual corregedor-geral de Justiça, desembargador Fernando Cerqueira Norberto dos Santos, representado na solenidade pelo juiz Frederico Thompson; ao primeiro vice-presidente do TJPE, Cândido Saraiva; ao prefeito do Recife, Geraldo Júlio de Mello Filho; e ao empresário, fundador e presidente do Instituto JCPM de Compromisso Social, João Carlos Paes Mendonça. Na ocasião, o prefeito foi representado pelo secretário de Segurança Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti.

Placa – O Prêmio de Justiça Social Alcides do Nascimento Lins é destinado a instituições públicas e privadas de ensino, faculdades, universidades, Organizações Não Governamentais (ONGs) e municípios. Elas devem se destacar no desenvolvimento de projetos e ações de educação profissional e básica, artes, esportes empreendedorismo, empregabilidade e de assistência social que promovam a garantia de direitos para famílias, crianças e jovens com maior vulnerabilidade social.
 
Os presidente e vice da CDH/TJPE, respectivamente, desembargadores Bartolomeu Bueno e Waldemir Tavares, entregaram a placa e o diploma para o Instituto JCPM de Compromisso Social, representado pela sua diretora de Desenvolvimento Social e das Relações Institucionais, Lúcia Pontes; para o Compaz, representado pelo secretário municipal Murilo Cavalcanti; e para a Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC), mantenedora da Orquestra Criança Cidadã, projeto de abrangência internacional instituído há 20 anos pelo ex-presidente do TJPE, desembargador Nildo Nery, e pelo juiz João José Targino.

A presidente da ABCC, Myrna Targino, foi representada na solenidade pelo vice-presidente e fundador da entidade, Nilson Nery dos Santos. Em sua fala, ele anunciou a instalação futura do Centro Esportivo Desembargador Nildo Nery dos Santos, no Coque, comunidade localizada na Ilha Joana Bezerra do Recife, onde, entre outros projetos da ABCC, desenvolvem-se as atividades da Orquestra Criança Cidadã.
 
O presidente da Comissão, desembargador Bartolomeu Bueno, finalizou a entrega das duas comendas a personalidades e aos representantes das entidades. O magistrado parabenizou todos os envolvidos e agradeceu o apoio do desembargador Adalberto de Oliveira Melo à atuação da Comissão de Direitos Humanos do TJPE no Estado.

......................................................................................................................
Texto: Izabela Raposo | Ascom TJPE
Fotos: Guilherme Guimarães | Cacoete Produções | Ascom TJPE