Galeria de Presidentes Galeria de Presidentes

A galeria dos presidentes do Tribunal de Justiça de Pernambuco é formada por um conjunto de retratos dos gestores da Corte pernambucana.

Esse acervo é original de cada época em que foi produzido e localiza-se no primeiro andar do Palácio da Justiça, na sala das togas. Ele é constituído por imagens emolduradas de todos os magistrados que assumiram a gestão da Casa desde 1914 até os dias atuais.

As pessoas que estiveram à frente da instituição são personagens importantes para a Memória do órgão e contribuíram para a escrita dessa história. Para conhecer um pouco mais sobre cada uma delas, o Tribunal oferece ao público, além da galeria original para visitação, a sua reprodução completa no portal da internet, com uma pequena biografia centrada na vida dos presidentes enquanto magistrados de Pernambuco.
Voltar

Geraldo Og Nicéas Marques Fernandes (2008)

Natural do Recife, nasceu em 26/11/1951Formou-se em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (1974) e em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (1974). Antede ingressar na magistratura, foi jornalista do Diário de Pernambuco(1973/1981), professor auxiliar de História do Colégio Militar do Recife (1975), advogado criminialista (1977-1981), assessor de gabinete do secretário da Justiça do Estado de Pernambuc(1978), assessor jurídico do Sistema Penitenciário do Estado de Pernambuco (1978-1981) e professor auxiliar de ensino de Direito Processual Penal da Faculdade de Direito da Universidade Católica de Pernambuco (1979-1993). Como juiz de direitoexerceu suas atividades por 16 anos (1981/1997), atuando como: integrante do grupo multidisciplinarresponsável pela elaboração do Plano Diretor de Informática do Poder Judiciário de Pernambuco(1985); juiz auxiliar da Corregedoria-geral daJustiça, responsável pela informatização da capital(1986); supervisor da Escola Superior da Magistratura de Pernambuco-Esmape (1988); juiz assessor da Presidência do Tribunal de Justiça de Pernambuco (1988-1991); coordenador da implantação dos Juizados de Pequenas Causas(1989); coordenador da publicação do Ementário Criminal do Tribunal de Justiça de Pernambuco, vol. 1 (1990); integrante da Comissão de Seleçãodos candidatos ao Curso de Preparação da Escola Superior da Magistratura de Pernambuco (1990-1991); presidente da comissãmultidisciplinarresponsável pela elaboração da proposta de reestruturação dos Serviços Auxiliares do Tribunal de Justiça de Pernambuco (1991); integrante da comissão para a reforma do Código de Organização Judiciária do Estado de Pernambuco(1991-1992); juiz assessor do corregedor-geral da Justiça (1991-1997); consultor para reestruturação do Poder Judiciário da República da Guiné-Bissau, 1992; integrante de grupo de trabalho para racionalização da área de recursos humanos do Foro da capital (1994); integrante, como suplente, do Conselho Estadual de Entorpecentes, na representação do Poder Judiciário (1995); juiz substituto da 6ª Zona Eleitoral (1995-1996);integrante do grupo de trabalho da Comissão de Jurisprudência e Publicações (1996); coordenador executivo dos juizados especiais criminais, por força do Ato nº 230/96, da Presidência do Tribunal de Justiça de Pernambuco (1996); participante do Seminário sobre Administração da Justiça nos Estados Unidos, a convite do Departamento de Estado Americano (1996). Promovido adesembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco (1997)participou de atividades relativas à Corte, atuando como: integrante da 2ªCâmara Criminal (1999); ouvidor judiciário (fevereiro de 1999); integrante da Comissão de Jurisprudência e Publicações do TJPE (a partir de fevereirde 2000); participante do Seminário sobre Direito Comparado, no Centro de Estudos Judiciários, LisboaPortugal (abril de 2000);integrante da Comissão Examinadora do Concurso para juiz de direito substituto (2001); coordenadordo Conselho de Defesa do Cidadão do Estado de Pernambuco (2001-2003); membro do Conselho Estadual da Paz, como representante do TJPE (2004)No ano seguinte, foi eleito vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, para o período 2005-2007Em fevereiro de 2008,assumiu a presidência do Tribunal de Justiça dPernambuco. Indicado para o Superior Tribunal de Justiça (STJ), a partir de 17/6/2008, assumiu comoministro dessa CorteNSTJ, passou a integraa 3ª Seção e 6ª Turma (2008), sendo presidente dessturma no biênio 2012-2014 e membro da Comissão de Regimento InternoA partir de5/10/2015, assumiu como corregedor-geral da Justiça FederalEscreveu artigos jurídicos, como O Magistrado e a criminalidade” (jan. 1982/dez. 1985), Juizados criminais: o processo de resultados” (1996)entre outros trabalhos.