Notícias Notícias

Voltar

#Partiu futuro - TJPE retoma ação que une juventude e cidadania

adolescente tirando foto
João Henrique* é um dos adolescentes e está tendo aula de fotografia
 

Promover experiências voltadas ao desenvolvimento pessoal e profissional de adolescentes e jovens em cumprimento de medida de Prestação de Serviço à Comunidade (PSC). Este é o principal objetivo do projeto #Partiufuturo, desenvolvido pela Coordenadoria da Infância e Juventude (CIJ), pelo Núcleo de Assessoramento em Gestão e Planejamento (NAGP) e pelo Núcleo de Sustentabilidade (NUCS), da Coordenadoria de Planejamento (Coplan) do Tribunal de Justiça do (TJPE). A iniciativa é efetuada na Comarca do Recife, e teve início em 2019, mas foi suspensa por dois anos, durante o período mais crítico da pandemia da Covid-19, tendo sido retomada neste ano, com o ingresso de 10 adolescentes para atuação em atividades de aprendizagem em setores estratégicos do Poder Judiciário estadual.

O #Partiufuturo conta com a parceria do Núcleo do Juízo das Execuções das Medidas Socioeducativas em Meio Aberto (VRIJ) - 1ª Circunscrição, do Núcleo de Justiça Restaurativa da Coordenadoria da Infância e Juventude. Conta, também, com a parceria da Diretoria de Saúde-SGP-TJPE e do Centro de Referência Especializada da Assistência Social (CREAS).

Os dez jovens que chegaram ao TJPE foram distribuídos para a Assessoria de Comunicação do Tribunal (Ascom/TJPE), Ouvidoria Geral, Comissão Estadual Judiciária de Adoção (Ceja), Biblioteca e Arquivo da CIJ, Unidade de Ambiência da Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP), Memorial da Justiça, e para a Coordenadoria de Governança do TJPE. Entre os adolescentes, encontra-se João Henrique* (*nome fictício).  

Para João, que vem atuando na Ascom/TJPE, significa uma grande oportunidade, que amplia a sua experiência. "Eu tenho 16 anos, e já estou adquirindo experiência na área de Comunicação. Eu venho tendo aula com um  dos melhores fotógrafos de Pernambuco, Assis Lima, que está me orientando no momento. Essa experiência está sendo uma grande oportunidade, para descobrir e criar conhecimento em novas áreas, e principalmente porque acredito que pode ajudar na minha carreira profissional. Eu fui super bem recebido pela equipe da Comunicação do TJPE, e estou adorando mesmo todo o tempo que passo por lá. E ainda sobre a fotografia, hoje eu aprendo a diferença de ser um fotógrafo profissional de apenas tirar uma foto qualquer, pois tenho lições de como manusear as funções de uma câmera e como utilizá-las de forma adequada e profissional. Espero poder aprender muito mais na minha estadia lá", avalia.

A coordenadora da Infância e Juventude do TJPE, juíza Hélia Viegas, observa a importância do projeto #partiufuturo sobretudo por ser um instrumento possibilitador de mudanças para  adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em meio aberto. "Quando se dá a um adolescente a oportunidade de conhecer um ambiente que poderá trazer uma transformação na sua perspectiva de vida profissional, isso, para nós do Judiciário, é engrandecedor. Com esta ação, o adolescente passa a ter o olhar aberto no sentido de uma mudança de perspectiva de vida. Os resultados que já tivemos com esses adolescentes são muito positivos. E por isso, é muito importante ressaltar aqui a disponibilidade de todos que integram o Poder Judiciário de Pernambuco em acolher esses adolescentes, e fazermos com que, de fato, eles tenham um novo olhar para a sua vida profissional e também pessoal. Assim, estimulamos as atividades educacionais no âmbito da sociedade. Programas como o #partiufuturo são fundamentais para a construção de um novo futuro para o adolescente e também para as suas famílias, por promover em todo o contexto, não apenas uma qualificação profissional, mas também pela concretização de um novo olhar social", pontua a magistrada. 

 

A imagem possui escrito #partiufuturo - jovens rumo à mudança e um adolescente rindo e

#Partiufuturo

Nas fases das atividades do projeto #Partiufuturo, estão o mapeamento, identificação e adesão dos setores estratégicos; treinamento, acompanhamento e orientação dos gestores e colaboradores das unidades de atuação dos adolescentes; acolhimento, formação, orientação e acompanhamento dos participantes; e preenchimento dos instrumentais de monitoramento e avaliação das ações.

Para uma das gestoras do #Partiufuturo, Simone Barreto, o projeto #PartiuFuturo possui um componente inovador na perspectiva dos Direitos Humanos, no âmbito do TJPE. "A partir de 2019, a nossa instituição abriu as portas para receber cinco jovens e, após a suspensão das atividades, por decorrência da pandemia, retomamos com o acréscimo duplicado de vagas e a ampliação dos locais de atendimento, caracterizando maior conhecimento e sensibilidade dos gestores diante da importância do projeto para a sociedade", afirma Simone. 

..................................................
Texto: Micarla Xavier | Ascom TJPE
Arte: Núcleo de Publicidade e Design | Ascom TJPE
Foto: Assis Lima | Ascom TJPE