Pular para o conteúdo

Navegação do site

Navegação do site

Francisco Dário Mendes da Rocha | 1998 - 1999 Francisco Dário Mendes da Rocha | 1998 - 1999

Francisco Dário Mendes da RochaFrancisco Dário Mendes da Rocha (Dário Rocha), nasci em Ibiapina (CE), renasci no Recife (PE). Muito casado com Hebe Augusta (cujo segundo nome sempre tive como adjetivo). Filhas: Ivana e Natália. Genros: Jair e Flávio. Netos: Maria Luiza, Flávio e Hebe. Católico, no plano da Razão Prática. Professor de Introdução ao Estudo do Direito, da Faculdade de Direito do Recife. Desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) e diretor-geral da Escola Superior da Magistratura de Pernambuco (Esmape). 

Uma admiração: José Paulo Cavalcanti (Suplente: José Paulo Cavalcanti Filho). Um escritor: Jorge Luís Borges, dono de todos os sintagmas e lexemas a serviço do verso. Um filósofo: Wittgenstein, o da segunda fase. Um livro: talvez “Confissões”, de Agostinho, pelo que é síntese entre fé e razão. Um amigo: Joaquim Francisco Cavalcanti. Um defeito pessoal: ser politicamente incorreto. Um objetivo: ser justo, aqui na terra como no céu. Autodefinição: eu sou um solitário pedreiro de catedrais intermináveis.

Conteúdo publicado em 12/06/2021 pela Comunicação da Esmape. E-mail: ej.comunicacao@tjpe.jus.br