Lista de Notícias

Voltar

Português - A gente!

A expressão “a gente” é usada, de preferência, apenas na língua falada, e sempre com o verbo na terceira pessoa do singular.

Exemplos: A gente vai, a gente quer, a gente sabe, a gente foi, etc.

O povo costuma usar:

A gente "vamos", a gente "queremos", a gente "sabemos", a gente "fomos", em razão da noção de coletividade desse nome.

A gente, que (convém repetir) se deve usar apenas na língua falada, emprega-se por:

1. Turma, pessoal:
A gente de televisão ganha bem.
A gente do escritório começa a trabalhar às 9h.
Às sextas-feiras vou, com a gente do trabalho, à happy hour.

2. Eu:
A gente nunca sabe o que vai acontecer amanhã, por isso eu poupo.

3. Nós:
A gente vai à praia todos os dias.
A gente lá de casa não costuma sair à noite.
A gente se ama.

4. O ser humano em geral:
A gente vive a um ritmo cada vez mais acelerado, na vida moderna.

 

  • O adjetivo que modifica esta expressão pode ficar indiferentemente no masculino ou no feminino, ainda que o falante seja do sexo masculino:

Quando a gente sai à noite, fica tensa, nervosa, por causa dos assaltos, disse o estudante.

  • Os adjetivos tensa e nervosa poderiam também estar no masculino:

Quando a gente sai à noite, fica tenso, nervoso, por causa dos assaltos, disse o estudante.

  • Na língua escrita, porém, essa mesma frase deve ser construída assim:

Quando se sai à noite, fica-se tenso, nervoso, por causa dos assaltos, disse o estudante.
Ou
Quando saímos à noite, ficamos tensos, nervosos, por causa dos assaltos, disse o estudante.

  • A palavra gente, quando dá ideia de plural, possibilita concordância ideológica (silepse de número):

A gente da roça pode não ser extrovertida, estudada, culta, mas não são burros.
A gente lá de casa não costuma sair à noite nem mesmo para ir à farmácia, pois temos medo de assaltos.
Coisa interessante é gente da zona rural. Como são quietos!

  • Não se usa a palavra gente no plural: "as gentes", a não ser quando se aplica a dois ou mais adjetivos:

As gentes brasileira e uruguaia." [...]

> Muito cuidado para não grafar "agente" em vez de "a gente".

..................................................
Fonte: Esad *
Foto: Getty Images

* A dica foi enviada pelo servidor da SGP, João Carlos Gonçalves Cavalcanti, tendo sido retirada do Dicionário de dúvidas, dificuldades e curiosidades da língua portuguesa, cujo autor é Luiz Antonio Saccon, e publicada no site da Escola de Administração Tributária.