Notícias Anteriores

Voltar

Gleber Nova e krav maga: a filosofia da autodefesa

Gleber (do lado direito) é servidor do TJPE e tem interesse em artes marciais

“Mais do que uma forma de defesa pessoal, o krav maga é uma filosofia de vida.” É desse modo que Gleber Nova, servidor do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), expõe sua relação com krav maga. Completando 27 anos de atividades no Judiciário em 2020, ele atua na área de audiovisual na Escola Judicial de Pernambuco (Esmape) há seis anos e sempre gostou de esportes, principalmente das artes marciais, chegando a praticar judô e kung fu.

Ao ser apresentado por um amigo às técnicas de defesa pessoal do krav maga, Gleber Nova pesquisou e decidiu praticar a modalidade. Seu principal objetivo foi obter um diferencial na segurança, já que aprende técnicas de defesa para diversos acontecimentos. “Chegar a salvo em casa, sabendo evitar situações adversas ou, se necessário, saber sair dessas situações é importante”, explica. O praticante utiliza movimentos naturais do próprio corpo ou quaisquer objetos disponíveis para a sua defesa como lápis, chaveiro ou uma cadeira.

As técnicas simples, mas eficientes, foram criadas por Imi Lichtenfeld para as forças de segurança de Israel e também ensinadas à população civil, sendo obrigatórias para crianças a partir dos 10 anos. O discípulo direto de Imi, mestre Kobi Lichenstein, trouxe a prática do krav maga para a América do Sul através da Federação Sul Americana de Krav Maga (FSAKM).

Gleber Nova lembra que não há competições no krav maga, apenas exame de faixa para analisar a evolução de técnicas e conhecimentos do aluno. “Não se procura ser melhor que o outro, mas sim, há a busca de seu próprio desenvolvimento, ao mesmo tempo em que ajuda o colega de atividade a crescer também”, afirma.

Exibindo disciplina e força de vontade, a dedicação nos treinos de Gleber Nova ultrapassa as paredes da academia e segue para qualquer aspecto de sua vida. “Se você não persistir, não se dedicar o suficiente para atingir seu objetivo, provavelmente não terá êxito.” Ele também leva consigo a metáfora: do mesmo modo que a evolução no krav maga depende de comprometimento tudo na vida também é assim, é preciso muita prática para ser bom em algo.

Mestre Kobi Lichenstein ensinado técnica de Krav Maga durante aula

Na rotina de exercícios, Gleber Nova aponta diversos benefícios e mudanças como: controle emocional, onde passou a refletir sobre suas reações e decisões em situações de violência ou cotidianas da vida; autoconfiança; autodefesa; e aprimoramento da condição física. Em suma, é observável melhorias da saúde física e mental. “Ao se exercitar, você imprime uma condição melhor ao seu corpo, tanto muscular – força, reflexo e agilidade – quanto cardiovascular, bem como ao cérebro, pois, você o está estimulando a novas sensações e aprendizado constante.”

Estar mais atento ao seu redor, analisar possíveis problemas e saber reagir de acordo, ter capacidade para se proteger e até mesmo terceiros que estejam em sua companhia são alguns dos sentimentos que Gleber aprende em sua rotina semanal de treinos. A academia é filiada a FSAKM, oferencendo as técnicas e doutrina original do fundador do krav maga.
.......................................................................................................
Texto: Aryagne Lopes | Ascom TJPE
Fotos: Cortesia